7 licões para aplicar nas empresas em 2015 (por Warren Buffett)

7 licões para aplicar nas empresas em 2015 (por Warren Buffett)

Warren Buffett é um dos empreendedores mais respeitados do mundo. O americano de 84 anos tem um patrimônio de US$ 74,3 bilhões é o segundo homem mais rico de todo o planeta, segundo a Bloomberg. Só Bill Gates (com US$ 85,4 bilhões) tem mais dinheiro que ele. Sua empresa, a Berkshire Hathaway, é uma holding com investimentos em setores como vestuário, energia e infraestrutura.

De qualquer maneira, apesar da idade avançada, Buffett continua esbanjando vitalidade e faturando bem. Em 2013, por exemplo, o empreendedor ganhou US$ 13,5 bilhões. Uma comparação interessante: para um brasileiro que depende do atual salário mínimo (R$ 724, ou US$ 273) acumular tudo isso, seriam necessários 50 milhões de anos.

Não precisa nem dizer que o americano pode ser uma grande inspiração para os empreendedores. O site da revista “Inc.” listou o que, segundo Buffett, é importante para quem precisa comandar um negócio.

1. Minimize riscos
Para Buffett, tomar grandes riscos é um mau negócio. Por outro lado, é impossível lograr êxito sem ser ousado. O americano afirma que a postura mais apropriada para um empreendedor é ir aprendendo o que é necessário para dar passos maiores e tomar riscos necessários. O crescimento de um apostador mais comedido é mais lento, naturalmente, mas menos suscetível a quebras irreversíveis.

2. Mantenha sua reputação
Uma das frases mais famosas de Buffett é que “são necessários 20 anos para construir uma reputação e cinco minutos para destruí-la.” Na era digital, em que uma singela postagem no Facebook pode comprometer a vida de qualquer pessoa, tal pensamento faz ainda mais sentido.

3. Não tenha medo de gente boa
Alguém que trabalha como funcionário pode ficar preocupado ao descobrir que um colega recém-contratado é um bom profissional. Da mesma forma, donos do próprio negócio veem sua liderança em risco ao ver alguém pró-ativo querendo fazer parte da empresa. Buffett diz que todo esse receio é infundado e egoísta. Em sua opinião, devemos nos rodear de gente mais inteligente que nós – a presença dessas pessoas influencia positivamente os outros.

4. Esqueça o retrovisor
O americano diz que “o retrovisor sempre é mais claro que o vidro da frente do carro”, em uma analogia à paranoia dos empreendedores com a concorrência. Pode ser difícil ignorar seus competidores, mas se lembre que é andando para a frente, desenvolvendo seus produtos e se aprimorando, que você chegará ao sucesso.

5. Todo mundo erra
Na década de 1990, Buffett pagou US$ 400 milhões por uma companhia chamada Dexter Shoe. Tempos depois, o negócio quebrou. Apesar disso, o empreendedor diz que a situação também teve seu lado bom: ele aprendeu o que o levou à falha, o que fez com que equívocos parecidos não acontecessem mais.

6. Saiba desistir
Não seja teimoso. Por mais que você acredite que seu negócio ainda vai decolar, a realidade pode mostrar exatamente o oposto. Pode ser melhor desistir com um pouco de dinheiro no bolso do que afundar com seu negócio. Lembre-se que serão menores as chances de você errar de novo.

7. Seja humilde
Muitos empreendedores pensam que devem aproveitar tudo o que o dinheiro ganho lhes oferece. Entretanto, Buffett acredita que tanto consumismo causa tristeza e não felicidade. Por isso, ele vive na mesma casa há 56 anos e não tem carros de luxo espalhados por aí. Para fechar, a intenção de Buffett é de que 99% de sua fortuna seja doado para os pobres. Isso não quer dizer que você deve fazer o mesmo, mas o desapego do americano vai ao encontro de um dos principais valores do empreendedorismo: deve-se abrir um negócio não só pelo dinheiro, mas para mudar o mundo à sua volta.

Fonte: http://goo.gl/azbCz1

Compartilhe esta postagem: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Postagens Relacionadas

Comentários